A evolução tecnológica e seu impacto no trabalho moderno

evolução tecnológica

A transformação digital, e o rearranjo do status quo das profissões

Que a evolução da tecnologia, dos seus recursos e equipamentos vem alterando sistematicamente a forma e a metodologia de trabalho de diversos profissionais no mercado atual, isso não há sombra de dúvidas.

No entanto, nestes últimos anos, mais especificamente neste novo século, temos aqueles profissionais que buscam, dentro das empresas, incessantemente, a aceleração do “digital”, vislumbrando um cenário a médio e longo prazo em que isso deverá ser um enorme diferencial para as empresas atuantes no mercado.

Por isso mesmo, quanto antes houver a adaptação da empresa para este cenário projetado, ponto a favor na captação de clientes e maior participação de mercado para a empresa.

O motor das mudanças de todo o processo vem sendo puxado pelos clientes. Com os novos recursos e tecnologias, o contato com os clientes mudaram. Hoje, com base na tecnologia, os clientes estão mais bem informados, e requerem isso da empresa na qual são clientes. Mais e mais o comportamento dos clientes, sua satisfação na avaliação do serviço prestado e, sem dúvida alguma, a maneira que são atendidos pelas empresas, vem impactando na forma, metodologia de trabalho e atuação das empresas e de seus funcionários, junto a seus clientes.

A grande questão que as empresas atuais têm que responder é: como aprimorar o atendimento ao cliente?

Para que este aprimoramento ocorra a contento, e tenhamos o cliente, na outra ponta, “satisfeito” pelo atendimento prestado pela empresa, é crucial que os responsáveis na empresa compreendam os impactos das mudanças que o digital gerou na gestão de negócios e de atendimento ao cliente, mensurando o serviço prestado, e aplicando os recursos e tecnologias adequados, tanto do ponto de vista do cliente, quanto da empresa.

Resumidamente, com a visão de Marc Gasperino, Líder da Pratica Digital da Korn Ferry, notadamente pelo avanço do digital, temos como impulsionadores da mudança de posicionamento das empresas, com foco nos seus clientes:

  • Propósito da marca;
  • Personalização impulsionada por dados;
  • Consistência nos pontos de contato;
  • Obsessão pelo cliente;
  • Foco na liderança;
  • Colaboração;
  • Experimentação;
  • Fazer conexões com dados;
  • Dar protagonismo ao papel de Analytics e Insights;
  • Senso critico de negócio e Storytelling

professor Luiz AngeloProfessor Luiz Angelo – Orientador de TCC, Professor Sistemas Operacionais, Hardware, Gestão de Projetos, Micro-InformáticaEscola Técnica Estadual – ETEC Centro Paula Souza
Unidades 145 Avaré (Etec Prof. Fausto Mazzola) e 072 Cerqueira César (Etec Pref. José Esteves) Centro Paula Souza!

Leia Mais

Path é o novo caminho?

O mercado de ferramentas sociais começou 2012 com força total: facebook, foursquare e cia. ltda. que não tomem cuidado ou perderão espaço no coração, a.k.a <3 ou s2 e nas telas dos usuários.

Fazer check-in e compartilhar o que está fazendo é a bola da vez (mais uma vez, né Twitter?). Sim isso é o que oferece o Path, rede social cuja sede é em São Francisco e tem por intuito ser uma espécie de jornal pessoal, nele o usuário pode informar o que está fazendo, vendo, onde está (através de informações de venues do Foursquare), com quem está, o que está ouvindo, no que está pensando, que hora vai dormir e acordar.

Leia Mais

Um mundo de aplicativos!

Todos os dias existem novos aplicativos sendo criados, basta ir à store do seu smartphone ou tablet que vai encontrar 928347642384623784326 resultados ou mais! Mas encontrar relevância nesse

mundaréu de aplicativos é que tem se tornado uma tarefa bastante difícil para os usuários.

Normalmente procuramos por apps que facilitem tarefas, nos ajudem em coisas cotidianas, nos divirtam e tragam inovações para os aplicativos que já usamos. Mas nessa busca tenho certeza de que muitos de nós já baixamos apps que foram a maior perda de tempo! Foi instalar, testar e deletar! A fim evitar isso, normalmente pedimos indicações de amigos que já tiveram boas experiências no uso do aplicativo para aí então baixarmos, mas às vezes a curiosidade triunfa e acabamos por apertar “sem querer” o botão de instalar. =)

Numa dessas aventuras downloadianas (que palavra linda! #not) acabei por me deparar com coisas muito boas (e grátis!) que posso recomendar e que são óbvias porque o aplicativo para computador já é bastante satisfatório que é o Hootsuite, Skype, Twitter, Goggles e Foursquare, e outros que são específicos de smartphones e tablets como:

Leia Mais

O que você está vendo? Essa é a pergunta da vez.

Antigamente, principalmente nas cidades do interior, a melhor forma de fazer o tempo passar, quando não se tinhamais nada para fazer (alguém me explica o significado disso?) era colocar uma cadeira na calçada junto com os vizinhos e papear, falar mal das pessoas, do que acontecia na vizinhança… Esse tipo de conversa era geralmente introduzida pela velha pergunta fática: “Você viu o que aconteceu com…?” ou “Você sabe a fulano(a)  de tal? Então…” . Enfim, hoje, graças às redes sociais, principalmente àquelas que levam a palavra geolocalização a sério, podem fazer com que os assuntos dessas rodas de bate-papo vespertinas fiquem menos interessantes, ou ao menos, mais tecnológicos e não necessariamente na mesma calçada! XD

Um bom exemplo disso, é a nova cartada de Bill Nguyen: o Color, um aplicativo de fotos que promete fazer frente ao Instagram, que acabou virando uma rede social exclusiva para donos de iDevices (gadgets da Apple: iPhone, iPad etc. ).  A ideia é fazer com que os usuários possam ver através de outro ponto de vista (ou por outra lente fotográfica) o que está acontecendo naquele momento onde a foto foi tirada!

Leia Mais

Pássaros, porcos e estilingues!

O que tudo isso teria em comum? Para os jogadores de Angry Birds isso tem muito a ver: esses três bichinhos são as personagens desse jogo que já conquistou o mundo.

O jogo consiste em atirar, com uma espécie de estilingue, passarinhos coloridinhos contra porquinhos verdes. O jogador controla vários tipos de pássaros que tentam recuperar seus ovos que foram roubados dos seus inimigos (os porcos!). Esses porcos estão protegidos com obstáculos feitos com diferentes tipos de material (e cada passarinho é especialista em destruir um material específico) e é necessário eliminar todos os porcos para completar a fase.  No jogo, existem vários tipos de pássaros. No início apenas o pássaro vermelho, no entanto, ao longo da história, é possível desbloquear novos pássaros para atingir seus objetivos.  Os porcos possuem poucas diferenças, eles variam apenas em relação ao seu tamanho e às vezes aparecem com uma espécie de capacete que os tornam mais resistentes. Em cada fase, existe uma quantia limitada de pássaros e os pontos são baseados na destruição das estruturas e morte dos porcos. E quanto menos pássaros usar, melhor pra você, porque ganha um bônus proveniente dos pássaros não utilizados. Dependendo da pontuação final, ganha-se uma, duas ou três estrelas.

Leia Mais
Página 1 de 212