Promoção nas redes

As promoções vêm alcançando muito sucesso nas redes sociais. Hoje, é comum você ver posts no Twitter, Orkut, Facebook etc. com links dando direitos a quem faz a publicação dessa informação a possibilidade de concorrer a todo tipo de prêmio.

Esta é uma forma fácil e rápida de fazer o nome de quem promove o sorteio chegar aos olhos de inúmeras pessoas com o perfil da sua marca, assim conseguir novos seguidores e clientes. Mas pode não ser a mais recomendada.

Não sou nenhum especialista no assunto, mas sempre que há uma promoção vejo minha timeline retuitando em massa, e a promoção se torna responsável, às vezes, por “floodar” ou poluir a minha timeline e a de quem os segue.

Me parece que essas promoções subestimam a inteligência dos participantes/clientes, parece também que é a única forma de fazer promoção.  Fico pensando que se talvez parassem um pouquinho mais para pensar no público –alvo, os resultados poderiam ser melhores. É verdade que quem está nas redes sociais procura informação, entretenimento, descontração, mas algo que seja e com um bom conteúdo. As promoções não podem fugir dessa regra, mesmo se o objetivo é simplesmente alcançar mais seguidores. Afinal, nada impede um participante dar “unfollow” na conta de uma empresa quando uma promoção chega ao fim. Para isso, dou algumas dicas:

  • Encare seu cliente como um “rival” criativo e faça questão de surpreendê-lo ou a promoção não atingirá seu objetivo, ou até atingirá, mas vai deixar louco quem faz as métricas porque os follows e unfollows terão altos e baixos;
  • Cumpra os prazos estabelecidos;
  • Elabore e faça questão de deixar claro todas as condições para os internautas concorrerem aos prêmios. Pois, caso haja alguma reclamação depois, você terá a segurança de ter as regras já estabelecidas e divulgadas;
  • Se errar ou falhar em algo, peça desculpas aos participantes e procure uma solução (criativa também) para contornar o problema. Muitas vezes uma atitude simpática diante de um problema pode mudar o resultado de todo um trabalho e até mesmo ser melhor do que o resultado final da promoção. Gerando uma imagem positiva da sua marca/empresa pro seu consumidor.

Seguindo isso sua promoção tem tudo pra dar certo. Pra terminar só mais uma dica: use as ferramentas certas, o Sorteie.me, da empresa brasileira Kingo Labs, é uma delas ou ainda o Random.org.

Vamos caprichar nas promos! Bom planejamento e bons negócios.

Precisando de ajuda, estamos por aqui!

Victor Vicentini, Administrador de Empresas; atuante e estudioso em mídias sociais, viciado em Foursquare.

http://twitter.com/#!/vicentinivictor

victor.vicentini@gmail.com

Leia Mais

Papos na Rede: Exemplo de crowdsourcing


O Papos na Rede é um projeto idealizado por nossa consultora Marcia Ceschini, e tem o objetivo de discutir comunicação digital com profissionais e estudantes do Brasil todo.

O projeto que terá sua 20ª edição dia 09/02, com Pedro Cordier – e o tema: Marketing de Relacionamento 2.0 – Atingir x Interagir – , caminha a passos largos para ser um bom exemplo de crowdsourcing. Desde os palestrantes à logo do grupo, ferramenta de chat, patrocínio do registro de marca e o futuro blog está sendo feito com patrocínio e a união de conhecimentos e expertises variadas:

O Treinatom viabiliza a ferramenta, a Vilage Marcas e Patentes está registrando a marca e a agência Setesys está fazendo o blog do grupo.

O projeto que começou via twitter em maio de 2009 é sem fins lucrativos e já realizou 19 edições. Foram discutidos desde política 2.0, rádio peão no twitter, mobile marketing, monitoramento, primórdios da internet até o último realizado dia 26/01, sobre Empreender na web com Maria Carol da Kingo Labs. Além de Maria Carol, já participaram entre outros Liliane Ferrari, Samantha Shiraishi, KaKá Machine, e dia 15/02 trará Martha Gabriel para falar sobre Marketing na Era Digital .

Leia Mais