Messenger code para páginas

messenger code 2

Por Marcia Ceschini*

messenger code 2

 

 

 

 

 

 

 

 

O Facebook divulgou na semana passada várias novidades em seu evento de comemoração aos 8 anos da plataforma social, o F8. Entre elas está a nova função do Messenger para páginas, o Messenger Code.

Segundo dados do próprio Facebook, 900 milhões de pessoas usam o Messenger todos os meses para se conectar a outras ou fazer contato com empresas ou marcas que seguem ou são de seu interesse. Ainda segundo eles, todo mês são trocadas mais de um bilhão de mensagens entre pessoas e empresas pelo Messenger.

Por quê usar o messenger code?

São vários os motivos pelos quais o usuário, ou curtidor, entra em contato com a empresa. Seja para tirar uma dúvida, fazer uma reclamação, um pedido, ou até mesmo conversar. Sim, tem usuário que tenta conversar com a página.

São formas de comunicação que mantém a interação e o vínculo do consumidor com a empresa, servindo em muitos casos de um SAC 2.0 e em até alguns casos, reaproximando um consumidor de uma marca ou produto.

Com o messenger code, os usuários poderão identificar mais rapidamente qual é sua empresa, caso haja uma homônima, pois além de códigos únicos, no meio do símbolo estará sua marca. Mais um motivo para que sempre haja a padronização visual de seu logo, cores em todas as aplicações on e off-line.

Como usar o messenger code?

O messenger code está disponível para páginas que já possuem a URL personalizada (URLs únicos, como facebook.com/JaspersMarket) e nome de usuário, ambos são iguais. E segundo o Facebook, essa novidade aparecerá em breve para todas as páginas, você poderá achá-la abaixo do título da Página e com o símbolo @ antes dele.

Você poderá usar o seu messenger code em artes off-line que criar para sua empresa: cartazes na loja/estabelecimento, folhetos, cardápios, anúncios, cartão ou até mesmo como avatar na sua página e onde mais houver oportunidade de comunicação.

Marcia Ceschini – Especialista em Gerenciamento de Marketing, Sócia e Consultora de Comunicação e Marketing Digital na Ceschini Consultoria, Professora da Pós Graduação nos cursos digitais do SENAC São José do Rio Preto, Ribeirão Preto e Bauru, Idealizadora e Gestora do Papos na Rede.

Leia Mais

Uma hashtag para chamar de sua

Por Marcia Ceschini

print_tagboard

 

 

 

 

Primeiro foi o Twitter, depois o Facebook e a mania de usar hashtag para dar ênfase em um determinado assunto não para de crescer.

O monitoramento de hashtag era possível, porém, um pouco limitado nas ferramentas de buscas. Mas agora, acabou de ganhar  um aliado de peso, o Tagboard (clique na imagem para ampliá-la).

Leia Mais

A comunicação por imagens. Os novos desenhos rupestres: cavernas 2.0

                         print_gazeMetrix

Nem sequer é para mim uma tentação de neófito. Os tais 140 caracteres  refletem algo que já conhecíamos: a tendência para o monossílabo como forma de comunicação. De degrau em degrau, vamos descendo até o grunhido.”  – José Saramago

Pensando na frase acima, bem que poderíamos adaptar esse aforismo de Saramago para o uso de imagens na comunicação. As pessoas estão substituindo a escrita por imagens. É quase que uma volta para o pictórico, o rupestre. Só posso pensar que estamos na época das cavernas 2.0. Só substituimos as paredes das cavernas por timelines.

Leia Mais

Pheed: um lugar para chamar de meu, só meu

pheed

 

 

 

Pesquisas recentes mostram que os jovens estão migrando do Facebook para outras redes sociais, redes com a menor participação do público mais velho ou com a presença de seus pais ou parentes. Querem uma rede que seja só sua ou da sua turma.Quanto mais exclusiva, melhor.

Esses jovens estão migrando para plataformas como Instagram, Tumblr e Pheed. Este último disponível apenas para iPhones ou via web, cadastrando-se via Twitter ou Facebook.No site do Pheed há uma comunicado avisando que em breve haverá a versão para Android.

Leia Mais

Para que curtir?

Por Gustavo Ferreira*

O Facebook anunciou através de sua porta-voz Annie Ta que os usuários começarão a visualizar publicações de fanpages que não curtem.

A medida, segundo a rede social, visa aumentar as possibilidades das marcas alcançarem os usuários e interagir com eles através de seu conteúdo.

A ativação do ‘recurso’ foi anunciada para breve, mas sem data definida.

Leia Mais
Página 1 de 41234