O combinado não sai caro!

Por Rayanna Moreira*

Não é de hoje e nem é novidade para ninguém que a empresa precisa ter presença digital. Aprendemos com os gurus em eventos nacionais e mundiais que se a empresa não é encontrada, ela não existe.

Desta forma, nenhuma empresa, seja ela pequena ou grande, quer ficar para trás. Tomados do pressuposto de que essa “representatividade” é de baixo custo, as empresas entregam a sua comunicação a pessoas que possuem a mão-de-obra mais barata.

Leia Mais

Brasil entre as 50 economias mais competitivas

Por Gustavo Ferreira*

O Brasil entrou pela primeira vez no ranking das 50 economias mais competitivas do mundo, segundo a última edição do Relatório Global de Competitividade, divulgado pelo Fórum Econômico Mundial. O ranking é liderado pela Suíça, Cingapura, Finlândia, Suécia e Holanda, nesta ordem.

Há algumas especulações sobre o que de fato teria gerado este resultado, mas os estudiosos entendem que diante de alguns mercados internacionais, a economia brasileira está em um bom momento. E sua empresa: Como está competindo nesse mercado? Está aproveitando as oportunidades? Está investindo?

Leia Mais

Marketing de guerrilha x marketing de emboscada

Apesar de aparentemente sugerir o mesmo significado, há uma diferença entre as ações de marketing de guerrilha e o marketing de emboscada.

O marketing de guerriha normalmente ocorre sem grandes investimentos, em ações criadas para um dia ou pequenos intervalos de tempo, em locais de grande concentração de pessoas e tem a intenção de supreender o público e gerar buzz se aproveitando do hábito das pessoas em compartilharem informações, imagens e vídeos a partir de seus celulares ou tablets. O impacto da ação nas pessoas presentes faz com que elas sejam os principais divulgadores da ação.

Leia Mais

Faça filtros nas informações que recebe

Estamos vivendo uma época em que as informações são despejadas de maneira abundante e em uma velocidade que quase não nos dá tempo de digerir.

Quase todo dia temos novas redes e novas tecnologias sendo apresentadas ao mercado como a mais nova sensação. Você profissional ou empresa, assimile com calma. Primeiro é necessário estudar essa rede, analisar a sua utilidade na comunicação digital e se necessário para o seu tipo de negócio, adicioná-la como nova plataforma digital.

É quase comum, vermos sites com os ícones das redes sociais que ao clicar estão desatualizados ou sem uso, apenas com o link direcionado para mostrar-se inserido nas redes sociais.

Para evitar redes fantasmas ou não condizentes com sua atuação, faça pesquisa, monitore onde estão mencionando a sua marca, adeque o visual de sua marca nas redes, não tenha preconceitos com plataformas digitais mais antigas ou limite uma plataforma a determinada idade.

Nessa época em que estamos criando as redes sociais enquanto as consumimos, toda experimentação e cuidados são necessários. Experimente, mensure, assimile as novidades e faça filtros!

* A imagem que ilustra é do blog Pontoconteúdo.com

Leia Mais
Página 4 de 6« Primeira...23456