Persistir, o novo jeito de “inventar moda”

Por Rayanna Moreira

Fui criticada quando escolhi fazer Publicidade. Fui criticada quando optei por especializar-me em Comunicação Digital. Fui criticada quando vim pra Salvador. Esse é só o começo das críticas, muitas virão. Nenhuma delas, por mais dura que tenham sido, ainda me parou. Não escolhi nenhum percorrido até agora numa roleta da sorte. Não acordei de manhã e resolvi “inventar moda”, como diziam antigamente. Eu faço parte de um novo cenário. Faço parte da turma jovem que quer melhorar de vida com seu próprio mérito. Jovens mais antenados e críticos, que não se intimidam com o primeiro “Não!” Jovens empreendedores, persistentes e que quebram paradigmas. Jovens realistas, mas otimistas consigo mesmos. Jovens que podem até fazer, em algum momento, o que todo mundo faz, mas que muda processos e pontos de vista.

Esse é o novo Brasil? Eu diria que este é o atual mercado. Um contexto mais bem elaborado, com tramas inteligentes e perspicazes. Segunda uma pesquisa da Data Popular, os jovens acreditam que os fatores que mais contribuem para a melhora de suas vidas sejam Seu próprio esforço (53%) e Deus (31%). Muitos desses jovens já possuem o carro, contribuem na renda familiar e têm empregos melhores que os seus pais em sua idade.

Se pararmos para pensar, é espantoso o que essa geração já consegue e conseguirá fazer, num âmbito em que o poder, verdadeiramente, está na ciência. Mais espantoso tudo isso um dia será, porque, pela primeira vez na humanidade, uma geração posterior terá mais conhecimento que a anterior.

 RayannaRayanna Moreira– Publicitária e aspirante a Social Media. Uma protetora das mídias sociais indefesas.
 

 

 

 

Comentários


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *