O timing na comunicação digital

time_tempo

 

 

 

A agilidade com que uma empresa publica um fato ou se aproveita de um factual está diretamente ligada ao time da sua equipe criativa. Nesses tempos de redes sociais e viralização imediata do conteúdo, ou no caso, da imagem, a sacada e a agilidade são fatores essenciais para que a marca ou empresa ganhe em número de compartilhamentos e visibilidade.

No Super Bowl deste ano, evento que gera milhões em mídia e ações de marcas no território americano, houve um apagão de meia hora no jogo. Tempo suficiente para que a marca Oreo, sabiamente se aproveitasse do fato para brincar com o blackout e o hábito dos americanos molharem o biscoito no leite. A arte foi publicada no  Twitter da marca.

A mesma Oreo “travou uma batalha”  no Twitter com o chocolate Kit Kat pela atenção da consumidora Laura Ellen depois que ela tweetou que gosta muito de chocolate e seguia as duas marcas. A postagem da Laura foi dia 11/03, as 9:36.

Dois dias depois a Oreo postou no seu Twitter o seguinte tweet, comose fosse um jogo da velha:

E no mesmo dia, cinco horas depois teve a resposta do Kit Kat  que a luta por Laura estava acabada, pois o Kit Kat a luta pela afeição da consumidora.

O Pinguim do Ponto Frio, fez algo parecido com a revista Nova, mas infelizmente a equipe de social media da Nova não teve o mesmo timing para aproveitar a brincadeira.

Link permanente da imagem incorporada

Claro que para isso vários fatores estão envolvidos, o principal é o público-alvo de cada empresa/produto, a liberdade (ou não) para a criação de uma interação social entre marcas envolvidas, linha de comunicação e conteúdo pré definidas, cabeça do criativo, intimidade com as redes sociais e hábitos dos usuários por parte do gestor de comunicação digital, sacadam bom humor e  etc e etc.

Por fim, o recado deste post é: seja inteligente, seja rápido, esteja 100% conectado com as redes. Cabeças offlines não criam com a mesma rapidez e resultados. É preciso, é urgente que nossos criativos tornem-se digitais.  Ao usar suas redes pessoais, olhem estrategicamente como aquilo pode ser usado para o seu cliente. A ideia que a Chilli360 lançou no post Dupla ou Trio de Criação é o ideal nesses casos.

Marcia Ceschini – Especialista em Gerenciamento de Marketing, Planner Digital na Chilli360. Idealizadora e Gestora do Papos na Rede.

5 Comentários

  • Edna Roberta 28 / 03 / 2013

    Isso a coisa mais mágica que existe nas redes. Para mim, esse tipo de interação descontraída e essa forma de lhe dar com assuntos do momento cativa e torna a marca mais humana, mais próxima do internauta.
    No mercado em que estou inserida, vejo uma coisa como problema ao se tratar dessa necessidade de imediatismo que essas situações requerem: os profissionais analistas e geradores de conteúdo ainda não têm autonomia para dar uma resposta nas redes sem que antes ela seja aprovada pelo diretor de criação e pelo cliente. Talvez por sermos uma geração de novos profissionais e o fantasma dos sobrinhos e do amadorismo ainda passear por aqui. Esse tema inclusive foi discutido em sala de aula essa semana na faculdade.

    Responder

  • marcia 28 / 03 / 2013

    Olá Edna,

    Foi o que comentamos no post. Vários fatores estão envolvidos. Os exemplos são bons para que as empresas abram a mente.
    Agradecemos por complementar com seu comentário.
    Abraços

    Marcia

    Responder

  • Carolina Terra 07 / 04 / 2013

    Marcinha, acho sensacionais essas interações e sacadas que partem das marcas e entre marcas. Mostra uma humanização e uma conexão com o que está acontecendo no ambiente digital. Tratam-se de conversações e não de imposições de conteúdo, a exemplo do que acontece nas mídias tradicionais. Beijão, Carol.

    Responder

    • marcia 07 / 04 / 2013

      Carol,

      Também acho. E creio que nessa linha a humanização funciona de maneira correta. Não é com miguxês ou outro tipo invasivo, é uma maneira de dar personalidade à marca.
      Obrigada por comentar aqui.
      Abraços

      Marcia

      Responder


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *