Já não é mais novidade: a bola da vez é a mobilidade

Por Gustavo Ferreira*

Smartphones em alta: Facilidades na hora da compra, divulgação massiva de produtos, campanhas publicitárias voltadas para a navegação na internet através desses aparelhos, penetração no mercado em quase todas as faixas de renda…

Não temos mais como fugir… os celulares (que hoje em dia já não servem mais apenas para fazer ligações) entraram para o gosto do público! E há até quem não viva mais sem eles.

Com esse cenário, algo fica em maior evidência para quem deseja ter sua marca na web: a experiência do usuário! Como atrair a atenção de quem está visitando seu site pelo celular na fila do banco, no supermercado ou enquanto pega os filhos na escola?

Como facilitar a compra de quem tem pressa e está disposto a comprar através dos dispositivos móveis em sua loja virtual? Sua plataforma de e-commerce está pronta também para o m-commerce?

Sua estratégia de marketing deve acompanhar o avanço do mercado. Para isso você e sua equipe devem estudar, monitorar e compreender o comportamento dos usuários. O que pesquisam, qual navegador utilizam e em quais aparelhos, quais as melhores formas de pagamento você pode oferecer, entre outros.

Objetivos devem ser bem definidos para então você decidir pelas plataformas que utilizará e pelas ferramentas que o auxiliarão na produção de conteúdo, no monitoramento e mensuração dos resultados. Uma das coisas mais importantes para atuar bem nesse mercado é a disposição em aprender, devido às mudanças e inovações constantes. Isso permitirá que sua marca ofereça sempre a melhor experiência para os usuários e que haja rapidez caso haja alguma necessidade de readequação das estratégias.

Não precisamos mais ficar esperando a era do mobile… Não precisamos mais ficar achando que o mobile é o futuro. Ele é o presente! Algumas iniciativas ainda com muito pra crescer, mas tornando-se cada vez mais a realidade do público!

 Gustavo Ferreira – Relações Públicas 2.0, Social Media na   Triata Brasil, palestrante e pesquisador do comportamento humano nos meios de interação digital.

Comentários


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *