Interação como engajamento e resultados em social media

Social Media ainda é refém dos números. Não importa com que cuidado  é feito sua curadoria de conteúdo, ou como foi planejada a campanha, o que o cliente deseja é números, mesmo que seja o primeiro mês de “entrada” nas redes sociais.

Quando o cliente está em sintonia com a agência, permite ouvir e seguir as dicas e os passos iniciais, o trabalho flui. Mas e quando o cliente foi abordado por uma outra agência que prometeu o “viralzinho”, mil curtidas no primeiro mês?

Relacionamento é algo que se constrói aos poucos, com conversações e análise do que interessa ao fã consumir como conteúdo na página. Isso só será possível através da interação e do engajamento que a marca construirá com esse curtidor. Naiara Bertrão fala sobre isso no site do Brasil Econômico no artigo que cobriu o evento Web Expo Fórum:Avaliar número de fãs e seguidores é uma métrica ineficiente….”

No post, Naiara menciona a fala de Dereck Kazee, estrategista global da Acxiom (consultoria multinacional em marketing de precisão e qualidade de dados): ” as indicações de amigos são muito mais valiosas na internet que o número de “curtis” que uma página tem e, para ganhar repercussão na rede, a empresa precisa entender qual sua vocação.

 

A imagem que ilustra esse post, foi tirada do artigo de Brian Carter, sobre os 7 maiores erros cometidos nas fan pages . E para ajudar a entender como atrair mais curtidores, vamos enumerar resumidamente os pontos que o artigo destaca que as páginas fazem errado:

1) Querem levar pessoas para sua fan page: As pessoas só vão às fan pages, uma vez. Depois elas veem a atualização por feed. Entenda como as pessoas se comportam no Facebook

2) Esperam que a aba Welcome traga um monte de fãs

3) Superstimam o uso de Apps – Sem contar que apps que forçam a interação com os dados do usuári tem provocado muita rejeição.

4) Não investem em propaganda no Facebook para atrair fãs:

5) Não se preocupam em ouvir seu fã. Só postam sobre eles e seus produtos e não procuram criar diálogos.

6) Não prestam atenção na taxa de impressões e feedbacks. Se a taxa estiver pequena é sinal que o conteúdo não está adequado ao público.

7) Buscam a venda a qualquer custo, sem ter iniciado uma conversa ou despertar o desejo.

Fica a dica para que sua página não faça nenhum dos erros elencados acima. Para isso, procure uma agência ou consultoria que atue como parceira em negócios e não esteja só interessada em jobs.

2 Comentários

  • Ádila Lopes 14 / 03 / 2012

    É uma questão de aprender que o “x” da questão é: criar relacionamentos e quando isso se consolida, ai sim, os resultados aparecerem.

    Responder

    • marcia 14 / 03 / 2012

      Olá Ádila,

      realmente, entender o “x” da questão é meio caminho para atingir bons resultados.
      Obrigada pela visita no blog e pelo comentário.
      Abraços

      Responder


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *