Startups, exemplos de empreendedorismo e determinação

Final de ano é sinônimo de festas, presentes, renovação da fé, mas também é hora de rever as metas estipuladas e planejar outros objetivos para 2012. Se entre eles está se tornar o seu próprio chefe e colocar uma grande ideia empreendedora em prática, eu acho que posso te ajudar.

Em 2011 eu aprendi com Gustavo Caetano, CEO da startup SambaTech, 14 lições para criar uma empresa de sucesso.

  1. Focar em nichos de mercado: Crie um mercado e especialize-se em algo que ninguém faz.
  2. Ser Flexível: Planeje menos e faça mais. A lógica das startups é a velocidade, por isso não tenha medo de mudar seu foco. O tempo é seu maior rival, considere que o cenário pode mudar ou alguém lançar a sua ideia primeiro.
  3. Dominar o mundo: Pense grande, pense global. Crie um nome que possa ser entendido em todo o mundo e estabeleça metas com grande alcance.
  4. Small is (still) beautiful: Não copie os processos das grandes empresas antes de ter o tamanho delas. Não crie mais burocracia do que o necessário, isto somente dificultará os processos internos e irá diminuir a agilidade de atuação. Monte pequenas startups dentro da empresa, assim, cada setor será independente.
  5. O colaborador é rei: No começo, as startups têm muito trabalho e pouca recompensa, por isso trate os seus funcionários como membros da família. Venda um sonho, pois a maioria das pessoas não trabalham somente por dinheiro.
  6. A guerra agora é entre as redes: crie seu próprio ecossistema e terceirize o que não é a sua especialidade. Fidelize parceiros e faça-os ganhar dinheiro junto com você.
  7. Volume é valioso: Quanto mais produtos distribuídos, menor é o seu custo. Por isso, não se amedronte com a infra-estrutura e acredite no seu potencial.
  8. Comunique: Conquiste reputação com auxílio da mídia e endosso através de seus clientes. Utilize blogs e redes sociais para divulgar a sua empresa, mas não se esqueça do marketing com a técnica do DAI (Diferenciação por Atributos Irrelevantes), crie benefícios únicos que somente o seu produto/serviço proporcionará ao público.
  9. Utilizar o “Fail Fast Strategy”: Todos irão falhar um dia, então erre o mais rápido possível. Não tente ser perfeccionista com as ideias, que são baratas e várias. Teste seu produto/serviço antes no mercado, colete opiniões e faça as modificações necessárias.
  10. Caça ao tesouro: Corra atrás de quem tem dinheiro para apostar em você e no risco do seu mercado. Por mais simples que seja a sua ideia, não tente fazer sozinho, você pode perder a chance. Além disso, um sócio ajuda a organizar a empresa, evitando a confusão entre orçamento pessoal e profissional.
  11. Não participar da guerra, fornecer as armas: Focar no consumidor final é complicado e requer um capital muito alto. Busque alternativas e, principalmente, não tente ser um competidor e sim um aliado.
  12. Surpreender: Aproveite enquanto você não tem alta reputação e responsabilidade em ser sério demais para apostar em novidades e formas diferentes de fazer a mesma coisa.
  13. Não inovar por inovar: Criatividade não é inovação, busque resolver um problema real. Tenha sempre três perguntas em sua mente: Vou melhorar a vida das pessoas? Vou arrumar algo que está errado? Vou prevenir que algo bom desapareça? Se uma das respostas for “sim”, crie soluções que revolucionem algum setor e pense em lógicas diferentes de mercado.
  14. Falar menos e fazer mais: Ideia todo mundo tem, coloque em prática!

Logo depois dessa “aula”, eu comecei a trabalhar em uma startup, a UPPNA, e vi toda a teoria sendo colocada em prática.  Conheci a história do idealizador da empresa, Deivide Oliveira, que deu várias cabeçadas antes de conseguir captar R$ 1 milhão de investimento para transformar em realidade o que, até então, era apenas um sonho.

Se antes eu achava que ter uma ideia brilhante já era garantia de sucesso, hoje sei que ela é apenas o ponto de partida. E nada melhor do que um ano novinho em folha para se desafiar e começar, com o pé direito, um caminho empreendedor. Não é mesmo?!

Coragem, foco e determinação. Esses são os meus desejos à você em 2012! Afinal, mudar o mundo é uma questão de escolha. Qual é a sua?

Renata Renault – “Guria mineira” adoradora do chimarrão e do queijo minas. Jornalista com diploma e muito orgulho. Social Media da @Uppna e do @MallGuide_me. Amante da comunicação digital e colaboradora dos blogs @ceschiniconsult@publicitariossc.

2 Comentários

  • Jhonatom 13 / 09 / 2016

    Muito bom! Adorei o vídeo!

    Responder

    • marcia 15 / 09 / 2016

      Olá Jhonatom,

      Agradecemos.

      Responder


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *