Mas o que é Crowdsourcing?

Muita gente por aí tem usado e abusado do termo crowdsourcing, mas todo mundo sabe o que é? Na dúvida, resolvi escrever um pouquinho sobre isso para ajudar a entender melhor esse conceito e quem sabe te animar a fazer parte da multidão.

Crowdsourcing ao pé da letra vem da união de duas palavras do inglês, crowd, que significa multidão e source, que significa fonte, origem, manancial, raiz e na sua melhor tradução para o termo, fonte de informações. É isso! Crowdsourcing é uma fonte de informações oriundas de uma multidão, ou quase isso. A pronúncia da palavra é algo próximo de [craudsórcin], com um R bem retroflexo. =)

Crowdsourcing são então pessoas que se unem para resolver problemas em conjunto, criar novos produtos, testarem sites, criarem conteúdo, encontrarem soluções e muito mais. E é uma tarefa feita por nós há muito tempo, não é uma novidade da internet, as cooperativas são exemplos de crowdsourcing, determinados movimentos também.

Atualmente muitas empresas têm usado de crowdsourcing para facilitar suas vidas. Elas precisam de uma opinião sobre seu produto antes dele entrar no mercado para evitar #fails, o que fazem? Encontram um crowdsourcing a fim de testar produtos e darem seu parecer. Pronto, solução rápida, barata e eficaz encontrada! Elas precisam criar um logo para uma campanha que seja adequado ao projeto e mesmo assim barato? Vão a sites como o 99 designs e lançam sua necessidade e em pouco tempo, vários designers já respondem com seus trabalhos e ainda tem uma galera opinando, e de acordo com o briefing dão notas para os que melhores se encaixarem no projeto da empresa. Mais um problema resolvido! Aí você pode estar se perguntando, tá, mas não sou empresa, então isso de crowdsourcing não tem a ver comigo, certo? Errado! O crowdsourcing existe em todos os lugares e para todas as pessoas com as finalidades mais diferentes possíveis. Exemplo: você quer viajar, mas de ônibus é muito caro, o que fazer? Ir de carona! Mas como saber quem irá para o mesmo lugar e pode te dar essa carona? Simples! Existem vários sites especializados em unir essas pessoas e facilitar suas vidas, fora isso, ainda existem as comunidades do Orkut e grupos do Facebook com esse escopo também. Vai passar um tempo numa cidade que não conhece e não quer ficar exatamente num hotel, mas sim numa casa, ou quem sabe num sofá? Existem crowds pra isso! E pra muito mais coisas, como comprar produtos, aprender línguas, procurar empregos etc.

E existe crowdsourcing em muitos lugares: a Wikipedia é, o Yahoo respostas, iStockPhoto, 99 designs, Mutopo, Superusers do Foursquare, o pessoal que traduziu o Twitter, o Ideias.me, o projeto do  Fiat Mio, o Vakinha, o Crowdspring, o próprio Papos na rede (fruto de Márcia Ceschini) e muitos outros são exemplos a serem copiados, reinventados e seguidos! Estamos cercados deles!

A multidão está por todos os lados, resta você saber onde se encaixar e começar!

Lembre-se: muitas cabeças pensam melhor que uma, não acha?

(deixe sua opinião nos nossos crowdcomentários!)


Fernanda Silvestre

co-founder da @Tagsphere, geek, viciada em Foursquare, mestre em linguística e língua portuguesa, webwriter, social media lover (& analyst), ARGólotra, já fiz freelas na Ed. Abril (Superinteressante e Capricho), no jornal Estado RJ (online), AmBev, atualmente colaboradora dos blogs: @ceschiniconsult@publicitariossc e@GarotasCPBr – nanndaportfolio.tumblr.com / Quer saber mais?about.me/fernandasilvestre

10 Comentários


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *