Social Media Brasil 2011 #smbr2011

Como previamente anunciado neste post, estivemos no Social Media Brasil 2011, que é o evento mais importante de redes sociais da América do Sul. Foram dois dias de palestras, debates, arenas, desconferências, entrevistas e muitonetworking.

As palestras aconteciam simultaneamente em duas salas distintas, o que por vezes nos deixou em dúvida do que era melhor para ser assistido e pra isso nos dividimos pra não perdemos nada do #smbr2011.

Ouvimos sobre “Storytelling: Como transmidia pode ser social media?”, “A influência das mídias sociais na decisão de compra do consumidor moderno”, “Reclame Aqui e O Boticário: Estão falando mal de sua marca, mas e daí?”, “Social Commerce – Como estar pronto para o futuro?”, “Gestão e Gerenciamento de Crise nas Redes Sociais”, “Social Content – Na vibe do branding do futuro”, “Redes Sociais e os cuidados jurídicos em torno delas”, “Como o mundo se torna mais social com as redes sociais?”, Fan pages no Facebook – Como criar e manter uma fan page de sucesso” , “Métricas em Social Media: por que não podemos ser amigos”, “Desafios de como ser trabalhar com uma empresa de nicho”, “Mapeamento do uso das redes sociais nas empresas”, “Sociologia, comportamento na internet e mudanças nas relações humanas”, “Criatividade nas ações  de redes sociais sem os criativos de sempre”, “Métricas e KPIs: como medir seu desempenho na prática”, “Twitter e Facebook como formas de comunicação além do RT e Like”, dentre tantas outras.

Destaque para Ruben Quinones, Estevão Soares, Gil Giardelli, o professor Claudir Segura e a excelente ideia da Arena proposta pelo pessoal do Somosp3 que proporcionou aprofundamento aos temas das palestras dadas e um networking insuperável. Parabéns ao Alexandre Formaggio pela organização do evento!

E aqui vão umas dicas do Ceschini pra vocês que não estiveram lá:

1. Usem todos os recursos do Facebook numa fanpage, existe muito mais que o mural, as fotos e vídeos;
2. Ainda que vá fazer publicidade offline, veja no online o que está sendo dito sobre a marca/empresa nas redes, vários argumentos e discussões podem surgir daí;
3. Nunca ignorem uma reclamação nas redes, ainda que seja alguém com 10 seguidores, um deles pode ter 10000 seguidores, e não só por isso, mas se a pessoa está reclamando, motivo ela tem, não tem porque não verificar, dar retorno e solucionar, nossa estratégia deve ser um por um;
4. Pessoas contam com sua marca, entenda isso e faça o melhor que puder;
5. Engajamento só existe de verdade quando você entende as relações para fazer sua mídia social;
6. Social CRM é algo a se pensar;
7. Use endereços que linkem para seu site e não para as empresas, exemplo www.ceschini.com.br/facebook e não www.facebook.com/ceschini;
8. Coloque links nas suas bios;
9. Participe, patrocine, apoie;
10. Não seja agressivo;
11. Tenha respeito pelo cliente;
12. Conheça sua audiência;
13. Analise e analise seu tráfico;
14. Tenha netiqueta e;
15. Faça bom uso de todas as redes sociais, pois cada uma delas tem a cara de um determinado público, não há como desprezar uma ou outra.
Espero que possam ter um gostinho de como foi essa edição do Social Media Brasil e já estamos todos torcendo para ver as novidades da próxima!

Nannda Silvestre30, Mestre em Letras, webwriter, social media lover, Ex-freelancer do núcleo Jovem da Ed. Abril, redatora no O Estado RJ, Ceschini, PublicitáriosF.C & ARGólotra

2 Comentários

  • Zee 09 / 06 / 2011

    Por mais que se lute contra o mundo digital e a revolução que ele vem causando, ou a voz que ele vem dando as pessoas e nichos, a verdade é que o mundo mudou.

    Quando as pessoas saboreiam a liberdade digital… é muito difícil para elas voltar ao mundo cheio de vícios e contraproducências. E com tudo nós empresários e empreendedores ficamos cada vez mais necessitados de profissionais competentes, producentes, e mais que solucionem problemas.

    O SMB vem justamente neste sentido, oferecer possibilidades e olhar para cantos que não havíamos notado. Parabéns e sucesso aos organizadores e participantes. E que venham mais destes fóruns, pois estamos precisando.

    Forte Abraço!

    Responder

  • Fernanda Silvestre 09 / 06 / 2011

    É exatamente, a força das redes está aí e não há nada que possa ser feito para mudar.
    O que acho ótimo!
    Temos empresas mais próximas do consumidor num relacionamento 2.0 que traz benefícios a ambos desde que se saiba entender melhor como fazer isso eficazmente.
    Por isso são tão importante esses congressos e trocas de informações entre quem faz disso seu dia-a-dia.

    Somos gratos pelo comentário!

    Abraços!

    Responder


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *